Galeria Feminismo

Mulher ao volante: Bertha Benz realizou a primeira viagem de automóvel

A esposa do inventor Karl Benz levou os filhos para percorrer 100 km em três dias

quarta 7 novembro, 2018
Bertha criou o conceito de posto de combustível
Bertha criou o conceito de posto de combustível Foto:Wikimedia Commons

No dia 5 de agosto de 1888, uma elegante senhora e seus dois filhos adolescentes empurram um carro com motor desligado na frente da casa da família. Não podiam fazer barulho, para não acordar o marido. Era o início de uma jornada que entraria para a História do automobilismo.

Dirigindo um Benz Patent-Motorwagen tipo 3, Bertha Benz, esposa do inventor de carros Karl Benz, fez a primeira viagem de longa distância com um automóvel. Bertha e os filhos Eugen e Richard percorreram cerca de 100 quilômetros entre as cidades alemãs de Mannheim, onde morava a família, e Pforzheim, sua terra natal.

Notícias Relacionadas

O percurso foi executado em três dias, e o marido, fundador da Mercedes-Benz, só ficou sabendo da aventura quando os três já estavam na estrada. Na viagem, Bertha realizou o primeiro conserto mecânico em um carro, usando um alfinete do seu chapéu para limpar o carburador. Em uma das paradas da viagem, em Wiesloch, comprou benzina em uma farmácia para abastecer o veículo, dando origem, dessa forma, ao primeiro posto de combustível de estrada.

Depois de passar alguns dias em Pforzheim com a família, pegou novamente seu Benz Motorwagen e voltou para casa com os filhos, totalizando 200 quilômetros de muita inovação para a época. Esta foto, nitidamente posada, registra a aventura histórica que consagrou Bertha como a primeira automobilista do mundo.

 

Mulher ao volante


Leia Mais:

Receba em Casa

Vídeos

Mais Lidas

  1. 1 Crianças que nasceram como resultado do horrível programa Há 82 anos, nazistas começavam seu repugnante programa de ...
  2. 2 Os quatro milênios da Babilônia
  3. 3 Uma tempestade chamada Pagu
  4. 4 Inquisição: A fé e fogo
  5. 5 Marginália: As alucinadas ilustrações dos livros medievais