Notícias » Estados Unidos

19 anos depois, homem é solto após irmão gêmeo assumir o crime

O caso aconteceu em Chicago, nos Estados Unidos; entenda

Penélope Coelho Publicado em 28/01/2022, às 14h15

Karl Smith (direita) e Kevin Dugar (esquerda)
Karl Smith (direita) e Kevin Dugar (esquerda) - Divulgação/NY Post

Nesta semana, um homem que passou quase duas décadas preso, foi solto após descobrirem o verdadeiro culpado do crime: seu irmão gêmeo. O caso aconteceu em Chicago, nos Estados Unidos.

No ano de 2003, Kevin Dugar foi detido após uma troca de tiro entre gangues, que acabou desencadeando na morte de uma pessoa. Na ocasião, o homem foi considerado culpado pelo assassinato.

De acordo com informações publicadas nesta sexta-feira, 28, pelo portal de notícias UOL, em 2016, o irmão gêmeo de Dugar, Karl Smith, confessou que foi ele quem havia puxado o gatilho.

Na época, a história não convenceu o júri, já que Karl estava cumprindo uma pena longa por outro crime. As autoridades acreditaram que ele não teria nada a perder e, por isso, assumiria a culpa no lugar do irmão.

No entanto, uma instituição chamada Centro de Condenações Injustas assumiu o caso, com isso, conseguiu a revisão judicial que desencadeou na liberdade de Kevin, na última terça-feira, 25, 19 anos após o crime. 

Ainda não se sabe se a procuradoria do Condado de Cook, em Illinois, fará um novo julgamento do caso, a defesa de Dugar argumenta que não há necessidade.