Notícias » Entretenimento

1917: filme ambientado na Primeira Guerra Mundial ganha Globo de Ouro

Longa desbancou fortes concorrentes como Coringa, O Irlandês, Dois Papas e História de Um Casamento

Fabio Previdelli Publicado em 06/01/2020, às 11h40

Cena do filme 1917
Cena do filme 1917 - Divulgação

Na noite de ontem, 5, os olhares da indústria cinematográfica estavam voltados para a 77ª premiação do Globo de Ouro, que contempla anualmente os melhores profissionais do cinema e da televisão dentro e fora dos Estados Unidos.

A grande surpresa da noite ficou por conta do longa 1917, dirigido pelo inglês Sam Mendes ( que também foi responsável pela produção de 007 - Operação Skyfall), que levou os prêmios de Melhor Filme de Drama e Melhor Direção, desbancando fortes concorrente como O Irlandês, de Martin Scorsese; Dois Papas, do brasileiro Fernando Meirelles; Coringa, de Todd Phillips e História de Um Casamento, de Noah Baumbach.

Ambientado na Primeira Guerra Mundial, o filme, que só chega aos cinemas brasileiros em 23 de janeiro, acompanha os cabos Schofield (George MacKay) e Blake (Dean-Charles Chapman), que recebem uma missão praticamente impossível que pode salvar a vida de 1.600 soldados.

Poster do filme 1917 / Crédito: Divulgação

 

Para isso, eles têm apenas um dia para cruzar as linhas inimigas e impedir que um batalhão aliado prossiga sua missão e caia em uma armadilha dos alemães. Para completara a trama, um dos soldados que pode ser salvo é o irmão mais velho de Blake.

O longa reúne nomes como Benedict Cumberbatch (Doutor Estranho), Mark Strong (Kingsman), Richard Madden (Game Of Thrones), Colin Firth (O Discurso do Rei) e Andrew Scott (O Resgate do Soldado Ryan).

Outro destaque da noite, o filme Era Uma Vez em... Hollywood ficou com os prêmios de Melhor Filme de Musical ou Comédia, Melhor Ator Coadjuvante (Brad Pitt) e Melhor Roteiro (Quentin Tarantino).  Já Chernobyl ficou com a estatueta de Melhor Minissérie ou Filme para TV.