Notícias » Crime

2 meses após último atentado, outro colégio é atacado na Nigéria

O brutal episódio ocorreu na madrugada de ontem

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 17/02/2021, às 14h33

Imagem de sala de aula vazia, após sequestro anterior na Nigéria
Imagem de sala de aula vazia, após sequestro anterior na Nigéria - Divulgação

Nesta quarta-feira, 17, uma escola na cidade de Kagara, na Nigéria, foi invadida por um grupo criminoso que raptou um total de 42 pessoas, incluindo não apenas estudantes, mas também pais e professores. A informação foi divulgada pela Associated Press. 

"No momento do ataque, havia 650 alunos na escola. Os criminosos levaram 27 estudantes e três professores. Um aluno foi morto. Eles também sequestraram 12 membros das famílias dos professores", declarou Muhammad Sani Idris, funcionário do governo local, segundo repercutido pelo UOL. 

O ataque foi realizado durante a madrugada, com os invasores armados e usando fardas militares. O estudante morto foi baleado na cabeça no momento em que corria para um matagal próximo, tentando escapar da quadrilha. 

Atentados realizados por milícias se tornaram um problema cada vez mais frequente na Nigéria nessa última década, com o último episódio do tipo ocorrendo há apenas dois meses. No período, 344 alunos foram sequestrados. 

Felizmente, as negociações conseguiram a libertação dos reféns após uma semana. Nesse caso, foi o Boko Haram, grupo fundamentalista islâmico, quem assumiu a autoria do ato criminoso. Já nesse último ataque nenhuma milícia assumiu a responsabilidade ainda, de acordo com o G1