Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / São Paulo

200 mil por 10m²: Preço de apê escancara alto custo de vida em São Paulo

“Menor apartamento da América Latina”, em São Paulo, causou debate nas redes sociais

Redação Publicado em 06/07/2022, às 17h23

O “Menor apartamento da América Latina” - Divulgação/TikTok/@albuquerque
O “Menor apartamento da América Latina” - Divulgação/TikTok/@albuquerque

O sonho da casa própria está presente em grande parte da população, mas como sair do aluguel ou conseguir independência da família diante de preços cada vez mais assombrosos e 'inalcançáveis' para muitos?  

Foi por causa desse dilema que uma discussão tomou conta das redes sociais nos últimos dias. Tudo começou quando um corretor de imóveis mostrou o que ele mesmo chamou de “o menor apartamento da América Latina”, localizado no bairro de Campos Elíseos, na região central da capital. 

Na entrada temos uma cozinha; a porta; o box do banheiro e o box do chuveiro e o dormitório", relata o corretor Gutemberg Albuquerque no vídeo viral de um minuto, tempo o suficiente para ‘visitar’ todos os cômodos do apê. 

Para morar no imóvel, que tem 10 metros quadrados de área, é necessário desembolsar R$200.000. O vídeo, é claro, rendeu uma série de questionamentos sobre o custo de vida na capital paulista. "Minha maior conquista de vida é não morar em São Paulo", disse uma usuária.

@albuquerque.1989#imóveis#apartamento#airb♬ Sunroof - Nicky Youre & dazy

"Gente. Quem teve a brilhante ideia de fazer o banheiro com vidro transparente?", brinca outro internauta.

Corretor fala sobre o polêmico apê

"Há imóveis em Pinheiros, na avenida Rebouças, que chegam a R$ 26 mil por metro quadrado", aponta Gutemberg em entrevista ao UOL, explicando que a maioria dos comentários são feitos por pessoas que não conhecem a realidade de imóveis em uma das áreas nobres e centrais de São Paulo. 

O corretor aponta que o condomínio ainda oferece outras comodidades aos moradores. "Lá tem piscina, coworking, espaço gourmet, box para entregas do iFood, academia, salão de festas, brinquedoteca e espaços para convivência. Comodidades que são caras no centro de São Paulo".

Além do preço do apartamento, o custo do condomínio mensal é de R$350. O local, conforme relata o UOL, fica a cerca de um quilômetro do Shopping Pátio Higienópolis e a 400 metros de um dos novos pontos de concentração de usuários de drogas da antiga "cracolândia".

A construtora responsável pelo edifício, a Vitacon, diz em seu site que fora os estúdios de 10 metros quadrados, o prédio Nova Higienópolis também possui unidades de até 77m².