Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Guilherme de Pádua

30 anos depois, Guilherme de Pádua pede perdão por assassinar Daniella Perez

Guilherme de Pádua havia dito, dias atrás, que não falaria sobre o assunto

Redação Publicado em 02/08/2022, às 17h30

Guilherme de Pádua em vídeo postado nesta terça-feira, 2 - Divulgação / Youtube / Guilherme de Padua
Guilherme de Pádua em vídeo postado nesta terça-feira, 2 - Divulgação / Youtube / Guilherme de Padua

Guilherme de Pádua, condenado pelo assassinato da atriz Daniella Perez, de 22 anos, disse há alguns dias que não se manifestaria sobre o caso após o lançamento da série ‘Pacto Brutal’, que retrata o acontecimento em detalhes. Porém, o ex-ator voltou atrás e publicou um vídeo para Glória Perez, a mãe da vítima.

Nesta terça-feira, 2, de Pádua tentou se justificar dizendo que o pedido de desculpas era necessário depois do novo julgamento público causado pelo lançamento da minissérie da HBOMAX. No vídeo, ele diz: "Sempre disse que o meu maior sonho era poder pedir perdão".

"Talvez eu nunca tenha uma oportunidade real de pedir perdão. Por isso, Gloria Perez, eu te peço perdão por todo o sofrimento que te causei. Jamais esqueci daquele encontro na carceragem, nunca esqueci".

Guilherme também fez referência ao viúvo da atriz, o ator Raul Gazolla: "Raul Gazolla, eu te peço perdão, nunca esqueci do dia que fui chamado na delegacia, você estava lá e se arrastou até mim, me abraçou chorando. Ali vi que era a pior pessoa do mundo".

Motivação do vídeo

Segundo o ex-ator, a gravação do vídeo não foi por sua livre e espontânea vontade, mas era resultado da pressão de fiéis. Hoje ele é pastor, em Belo Horizonte.

"Muitas pessoas, inclusive algumas que se dizem cristãs, têm me julgado e declarado que não acreditam na minha conversão porque não viram um vídeo meu com um pedido de perdão para a família, os amigos, as pessoas que fiz sofrer com o crime que cometi", desabafou ele.

Remorso pessoal

No fim do vídeo ele ainda demonstra que o vídeo não é em si para os familiares e amigos de Daniella, e sim para si próprio. Para evitar uma reação exagerada do público, Guilherme desativou os comentários do vídeo.

"Sei que esse pedido de perdão talvez não vá significar nada, mas quero deixar registrado. Não que isso vá realmente gerar um perdão, porque um perdão é um dom de Deus, tem mais a ver com quem perdoa do que com quem é perdoado. Se estivesse no lugar de vocês, provavelmente não perdoaria. Então, não espero, mas deixo registrado".


O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir!