Notícias » Brasil

31 anos após inauguração, estátua que homenageia Pedro Álvares Cabral é incendiada no Rio

O episódio passa por investigações

Redação Publicado em 25/08/2021, às 16h22

Imagem registra o episódio no Rio de Janeiro
Imagem registra o episódio no Rio de Janeiro - Divulgação/urucumirim, via Twitter

No Rio de Janeiro, um episódio chamou atenção dos cariocas. O monumento do Descobrimento do Brasil, que se encontra no Largo da Glória, fora alvo de um incêndio na última terça-feira, 24.

A Secretaria Municipal da Conservação da cidade relatou a existência de um boletim aberto com o objetivo de que a Polícia Civil inicie investigações acerca do episódio, que envolve a homenagem a Pedro Álvares Cabral, Pero Vaz de Caminha e Frei Henrique Soares de Coimbra.

Sendo exibido ao público em maio de 1990, o monumento de Rodolfo Bernardelli celebrou os 400 anos que compreende a chegada de Pedro Álvares.

[Colocar ALT]
Divulgação/Twitter

Conforme repercutido pelo portal de notícias UOL, através das redes sociais o perfil ‘urucumirim’ assumiu o ato como resposta ao Marco Temporal tema que será julgado pelo STF.

Acontece que com a ação, indígenas só têm direito de reivindicar demarcação de terras ocupadas que compreendem o que fora estabelecido antes da promulgação da Constituição de 1988.

A Secretaria Municipal de Conservação também relatou que a Gerência de Monumentos e Chafarizes trabalha na limpeza e também avaliação de possíveis danos causados na estrutura diante do fogo que a consumiu.