Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Top Gun: Maverick

36 anos depois, Tom Cruise volta às telonas como Pete em 'Top Gun: Maverick'

Filme estrelado por Tom Cruise já pode ser assistido nos cinemas nesta quinta-feira, 26

Éric Moreira Publicado em 26/05/2022, às 17h15

Cena de Top Gun: Maverick, com Tom Cruise. - Divulgação/YouTube/Paramount Pictures
Cena de Top Gun: Maverick, com Tom Cruise. - Divulgação/YouTube/Paramount Pictures

Top Gun: Maverick é a continuação do longa de 1986 — Top Gun - Ases Indomáveis —, ainda protagonizado por Tom Cruise e distribuído pela Paramount Pictures. O novo filme é dirigido por Joseph Kosinski e seu lançamento no Brasil acontece hoje, 26.

Na obra, Pete "Maverick" Mitchell (personagem de Tom Cruise), depois de mais de 30 anos de serviço como um dos principais aviadores da Marinha, está de volta. Nesta nova aventura, o piloto precisa provar que o fator humano ainda é fundamental no mundo contemporâneo das guerras tecnológicas, servindo ainda como instrutor nas Forças Armadas.

Além do protagonista clássico, Top Gun: Maverick conta com novas caras, como Jennifer Connelly (interpretando Penny Benjamin), Miles Teller (Bradley Bradshaw) e Glen Powell (Hangman). O lançamento ocorrerá hoje, no Brasil, somente nos cinemas, a princípio, segundo o portal Observatório do Cinema.

Sinopse

Na sequência de Top Gun: Ases Indomáveis, acompanhamos a história de Pete “Maverick” Mitchell (Tom Cruise), um piloto à moda antiga da Marinha que coleciona muitas condecorações, medalhas de combate e grande reconhecimento pela quantidade de aviões inimigos abatidos nos últimos 30 anos. Entretanto, nada disso foi suficiente para sua carreira decolar, visto que ele deixou de ser um capitão e tornou-se um instrutor. A explicação para esse declínio é simples: Ele continua sendo o mesmo piloto rebelde de sempre, que não hesita em romper os limites e desafiar a morte. Nesta nova aventura, Maverick precisa provar que o fator humano ainda é fundamental no mundo contemporâneo das guerras tecnológicas. Após 34 anos do clássico, acompanhem o filme do premiado produtor Jerry Bruckheimer e de Joseph Kosinski, mesmo diretor de Tron: O Legado (2010) e Oblivion (2013).