Notícias » Paraguai

4 pessoas morreram e 20 ficaram feridas, por ataques de piranhas

Os casos aconteceram no Paraguai, nos primeiros seis dias de 2022

Penélope Coelho Publicado em 07/01/2022, às 09h30

Imagem ilustrativa de piranha
Imagem ilustrativa de piranha - Divulgação/Pixabay/ArtTower

Nos seis primeiros dias do ano de 2022, pelo menos 20 pessoas se feriram e quatro pessoas morreram, em decorrência de violentos ataques de piranhas, em solo paraguaio.

Por esse motivo, pessoas que moram perto do rio Paraguai, enfrentam constante preocupação. As informações foram publicadas nesta sexta-feira, 7, pelo portal de notícias UOL.

No último final de semana, um jovem de 22 anos sumiu durante um passeio em família, realizado próximo ao rio. Quase uma hora depois, o moço foi encontrado com vida, porém, ferido, com marcas de mordidas do peixe de água doce. O ataque é só um, de outros 19 registrados no país.

Segundo revelado na reportagem, além dos feridos, corpos de pessoas mortas nessas circunstâncias também vem chamando a atenção. As autoridades acreditam que as vítimas tenham se afogado, após terem sido atacadas pelas piranhas.

Agora, os casos estão sendo investigados para entender o motivo dos ataques e se existe relação com um problema em seu habitat natural. Apesar de assustadores, tais peixes não costumam atacar humanos, somente em situação de seca, ou, época de reprodução.