Notícias » Brasil

4m de comprimento: Casal pode ter encontrado lixo espacial no interior do Paraná

O item, parcialmente pulverizado e que rasgou galhos em queda, chamou atenção ao ser localizado em propriedade rural

Wallacy Ferrari Publicado em 19/03/2022, às 07h40

Imagem detalha as condições de suposto lixo espacial
Imagem detalha as condições de suposto lixo espacial - Divulgação / Portal RDX

Um casal está chamando atenção da população local de São Mateus do Sul, no interior do Paraná, por tornar pública uma descoberta curiosa; na madrugada da última quarta, 16, a dupla ouviu um grande estrondo na árte externa da residência onde moram, obrigando o marido, João Ricardo Pacheco Portes, a sair e verificar qual era o motivo do barulho de colisão.

Ao sair, se deparou com um pedaço de metal retorcido, com aproximadamente quatro metros de comprimento, com características externas de que poderia ter sido arremessado para a órbita da Terra, podendo ser lixo espacial. Ao observar o item, ainda chamou a companheira, Joseane Maria Franco Portes, que registrou as fotografias do item.

Imagens detalham as condições de suposto lixo espacial / Crédito: Divulgação / Portal RDX

A queda repentina levou galhos e estava parcialmente pulverizado, indicando que a queda alta e em grande velocidade poderia confirmar a hipótese de lixo espacial. Consultado pelo portal G1, o professor de Física da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), Rogério Toniolo, disse que as características externas, como distorções no formado e queimaduras, indicam que a hipótese é coerente.

Tem todo jeito de ser um lixo espacial que caiu. Aparenta ter passado por temperatura alta, tem uma parte interna toda preta que pode ser por queima de combustível... Então, sim, pode ser uma seção de um foguete que resistiu a queima da atmosfera e atingiu o solo”.

Sobre a origem do material, Rogério não pôde confirmar com exatidão, mas acrescentou que visualizações no céu do Paraná registradas no início do mês podem ter relação com o achado: “A SpaceX tem lançado muitos foguetes e produzido bastante lixo espacial, então eu diria que tem uma certa possibilidade de que seja alguma parte de foguete deles”, concluiu.