Notícias » Estados Unidos

66 anos depois, carteira retorna à família original após ser descoberta em local inesperado

O objeto da década de 50 foi devolvido através de um ato de solidariedade

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 09/02/2021, às 14h56

Foto da carteira de 1954
Foto da carteira de 1954 - Divulgação / Facebook

Na Geórgia, Estados Unidos, a reforma de uma casa antiga resultou em uma descoberta inusitada: uma carteira de couro contendo documentos e fotos de 1954. O objeto de cunho pessoal foi encontrado preso dentro de uma parede. O caso foi divulgado por um jornal local, o WTOC. 

Assim começou a jornada em busca de devolução da carteira. A proprietária do terreno, chamada Mary Kay Andrews, fez uma postagem em sua conta pessoal do Facebook compartilhando tudo que ela havia descoberto sobre o objeto até então. 

Ele pertencia à Melba Helms Lanier, uma mulher que havia morado naquela casa com seu marido, o oficial militar John Lanier. Uma vez que o casal se uniu em 1952, viveram no local quando eram recém-casados.

Ela gostava de boliche - ou pelo menos é o que se podia presumir, analisando sua carteirinha de integrante do Congresso Internacional de Mulheres no Boliche. 

Mary Kay foi capaz de descobrir através da internet os nomes dos filhos da dona da carteira, que havia falecido em 2019 - um ano depois da morte de seu próprio marido, com quem esteve junto por toda a vida.

Fotografia de um dos documentos de Melba / Crédito: Divulgação/ Facebook 

 

Foi munida dessas informações que ela perguntou aos seguidores se alguém conhecia os descendentes de Melba Helms. A busca não demorou para encaminhar para um final feliz, com a carteira perdida voltando à sua família original após 66 anos. 

“Foi muito emocionante. Isso significa muito e, com certeza, vou guardá-la, passá-la para minha filha, e vou deixar que ela passe adiante", declarou Sheryl, uma das filhas do casal, em uma entrevista para o WTOC.