Notícias » Brasil

9 anos depois, tentativa de encontro de equipe de reportagem com "grávida de Taubaté" termina em confusão

"Deve ser difícil. A pessoa fica prisioneira da própria mentira", comentou Chris Flores, a apresentadora que desvendou a farsa da grávida na época

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 06/07/2021, às 18h37

Montagem com "grávida de Taubaté" à esquerda, e Chris Flores à direita
Montagem com "grávida de Taubaté" à esquerda, e Chris Flores à direita - Arquivo Pessoal/Maria Verônica/ Wikimedia Commons

Nesta terça-feira, 6, o programa “Vem pra Cá”, do SBT, tentou entrar em contato com Maria Verônica Aparecida César Santos, mais conhecida como “a grávida de Taubaté”, título ganhado após a mulher conseguir atenção midiática fingindo uma gravidez de quadrigêmeos em 2012. O caso foi repercutido pelo site Notícias da TV. 

O objetivo era realizar o reencontro de Maria Verônica com Chris Flores, a apresentadora e jornalista que desmascarou a farsa da primeira. Na época, a profissional trabalhava na Record, apresentando o “Hoje em Dia”. 

O episódio, contudo, não chegou a acontecer, com a equipe de reportagem sendo recebida com hostilidade pelo possível parceiro da mulher. O homem chegou a dar um tapa na câmera, o que machucou a mão da repórter presente. 

"Toda essa história deve ter causado um trauma muito grande neles. Por isso que acho que não teve uma má intenção, de prejudicar alguém. E acho que ela percebeu que só prejudicou a si mesma", comentou Chris, então no estúdio do programa, a respeito do momento de tensão. 

"Talvez, para ela, já esteja superado, mas o marido pode não ter superado ainda. Devem perguntar como ele não descobriu que a gravidez era falsa, devem acusá-lo de ser cúmplice... Deve ser difícil. A pessoa fica prisioneira da própria mentira", concluiu a apresentadora, que ainda deu um conselho à Maria Verônica: "Acredite, você pode escrever uma nova história".