Notícias » Brasil

Há 10 anos, roubo e enterro da galinha Rafinha comoviam 2 mil pessoas

Em 2012, o sumiço de Rafinha fez a dona parar em um hospital e parou uma cidade na Paraíba

Wallacy Ferrari Publicado em 05/01/2022, às 11h12 - Atualizado às 11h14

Cerimônia funerária em homenagem a galinha Rafinha
Cerimônia funerária em homenagem a galinha Rafinha - Divulgação / YouTube / TV Tambaú

Criados culturalmente há milhares de anos, os bichos de estimação emprestam suas características específicas para abrilhantar residências com seu apreço e, com isso, recebendo carinho e cuidados especiais.

Desde os mais convencionais, como cachorros e gatos, até criaturas raras, podem criar uma relação de apego e amor com seus donos humanos devido ao convívio dentro de um lar. Contudo, há dez anos, uma intervenção na cidade de Patos, na Paraíba, emocionaria a população local.

Na casa da aposentada Genecira Maria, a galinha Rafinha era criada pela senhora juntamente de sua filha durante cinco anos, chegando a dormir em berço, ser lavada com banho e sabonete de coco e até mesmo ter rede contra mosquitos, dada a alergia a picadas, como contou a dona ao portal de notícias G1.

A alegria de Rafinha, no entanto, foi interrompida em 20 de agosto de 2012; ela sumiu da residência, supostamente roubada por algum munícipe, iniciando uma investigação.

Conhecida pelos cuidados, as autoridades locais se mobilizaram, chegando a um suspeito, que revelou o que teria acontecido com o animal.

Fotografia de Rafinha em slideshow de Genecira / Crédito: Divulgação / YouTube / TV Tambaú

 

Tristeza generalizada

Ao ouvir depoimento do suspeito, ele confessou ter roubado uma galinha no mesmo endereço onde Genecira morava, desconhecendo o apreço do animal e o trocando por duas pedras de crack com um traficante logo após o furto, sendo direcionado para alimentação e impossibilitando sua localização.

Apesar da prisão do homem, a recompensa que havia sido oferecida para o paradeiro de Rafinha foi retirada por sua dona após a notícia da polícia. Ela passou mal e precisou ser socorrida em hospital após a notícia de seu destino, na semana seguinte. A notícia, divulgada em veículos locais de imprensa, comoveu a população, chegando a inspirar uma música do humorista Tatu.

Com tamanha mobilização, os munícipes auxiliaram a dona e promoveram um enterro simbólico da galinha, conduzindo cerca de duas mil pessoas para o evento, incluindo o prefeito de Patos, que acompanhou o cortejo partindo da casa de Genecira até o cemitério público da cidade, sendo representada com um caixão branco e uma galinha branca de pelúcia.

A gente a criava com muita animação desde pequenininha, conversando com ela como se fosse uma pessoa. [...] Me sinto muito triste, muito muito muito mesmo! Não é brincadeira. Só sabe o que eu estou passando quem tem um bichinho de estimação", relatou a dona para veículos de imprensa locais em coletiva.

+Saiba mais sobre histórias bizarras através das obras abaixo, disponíveis na Amazon:

Bizarre World (Edição em Inglês), de E. Reid Ross (2019) - https://amzn.to/3l7L9Bt

Os Ladrões Mais Idiotas do Mundo, de Simon Vigar (2008) - https://amzn.to/3cPQ2wj

30 histórias insólitas que fizeram a medicina, de Jean-Noël Fabiani (2019) - https://amzn.to/3cUfh0d

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W