Notícias » Família Real Britânica

“Acho muito inspirador falar sobre isso”, diz princesa Beatrice sobre lidar com a dislexia

Diagnosticada desde os 7 anos, a filha do príncipe Andrew contou o que a motiva a falar sobre o transtorno de aprendizagem

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 16/08/2021, às 10h00

Princesa Beatrice no Annual Berggruen Prize Gala em 2018
Princesa Beatrice no Annual Berggruen Prize Gala em 2018 - Getty Images

Em uma conversa realizada via Zoom com a autora e apresentadora britânica Giovanna Fletcher, princesa Beatrice, a filha mais velha do príncipe Andrewe Sarah Ferguson, falou sobre a preparação do regresso às aulas, além de questões pessoais como a dislexia que vêm lidando desde cedo. As informações são do portal Caras.

A princesa relatou que foi diagnosticada com o distúrbio de aprendizagem aos sete anos mas que teve “muita sorte”. “Pois, quando me disseram que tinha dislexia, ninguém à minha volta me fez sentir inferior. Sempre foi uma questão de seguir em frente, sempre foi sobre o que poderia fazer. Nunca sobre o que não podia”, disse Beatrice.

“E isso é algo que é muito, muito importante para mim. Acho muito inspirador falar sobre isso todos os dias. Porque se pudermos mudar uma pequena ideia na cabeça de alguém, então já fizemos muito”, completou. 

Ela ainda declarou: “Se, ao compartilhar a minha história, puder ajudar um jovem, tenha ele 11 ou sete anos, então tenho aqui uma oportunidade fantástica de transmitir o que aprendi”. 

A nobre, que é patrona do The Helen Arkell Dyslexia Charity desde 2013, constantemente fala sobre a condição e se inspira em “querer mudar a narrativa para algo mais positivo, que possa ajudar outras pessoas”, desmistificando as atribuições negativas geralmente impostas a quem tem dislexia.

“Mesmo falar deste assunto como um diagnóstico, parece uma desconsideração ao brilho de algumas das mentes mais fantásticas que temos. É preciso mudar um pouco a narrativa para algo que seja positivo, algo que tenha impacto, que pode realmente ajudar a todos”, afirmou. 

A princesa ainda falou sobre a gravidez do primeiro filho: “O meu marido [Edoardo Mapelli Mozzi] também é disléxico, por isso temos sensibilidade para o tema. Mas realmente vejo esta condição como uma bênção e acho que a vida se resume aos momentos, aos desafios. Claro que gostaria que nunca houvesse situações difíceis”.