Notícias » Economia

Acordo histórico de livre-comércio é assinado pela China e outros 14 países

O tratado acontece entre países da região Ásia-Pacífico, o que corresponde a um terço da economia mundial

Redação Publicado em 16/11/2020, às 13h59

Imagem ilustrativa da moeda chinesa
Imagem ilustrativa da moeda chinesa - Pixabay

De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, 15 países da Ásia-Pacífico, assinaram no último domingo, 15, um dos maiores acordos comerciais da história. Entre os países estão: China, Japão, Coreia do Sul, Austrália, Camboja, Indonésia, Laos, Malásia, Mianmar, Filipinas, Cingapura, Tailândia e Vietnã.

De acordo com a reportagem, o novo acordo de livre-comércio tem como objetivo reduzir as barreiras econômicas na vasta área que ele abrange, já que essa região corresponde a um terço da população e também economia mundial. Com isso, as tarifas entre os países membros que já eram baixas, serão ainda menores.

Segundo previsão de economistas, o tratado deve acrescentar quase US$ 200 bilhões — cerca de R$ 1,09 trilhão de reais na conversão atual da moeda — na economia em âmbito mundial até o ano de 2030.

O acordo representa um grande avanço para a economia chinesa que cresce como uma potência mundial. A nova adesão também deve diminuir a influência dos Estados Unidos na região. Para o primeiro-ministro da China, Li Keqiang, o acordo é “uma vitória do multilateralismo e do livre-comércio”.