Notícias » Ucrânia

Adolescente de 14 anos engravida após estupro coletivo na Ucrânia

A informação foi comunicada por uma psicóloga ucraniana

Redação Publicado em 28/04/2022, às 12h20

Homem coloca bandeira ucraniana em fachada de construção em Lviv
Homem coloca bandeira ucraniana em fachada de construção em Lviv - Getty Images

Uma adolescente de 14 anos acabou engravidando após ter sido vítima de um estupro coletivo na região ucraniana de Bucha. Os responsáveis pelo crime teriam sido um grupo de soldados russos, conforme informou a psicóloga Oleksandra Kvitko à rádio Svoboda. 

De acordo com a profissional, a família da garota optou por não interromper a gestação, uma vez que os médicos alertaram que um aborto poderia impedir que ela engravidasse no futuro. As informações são do portal de notícias UOL.

Infelizmente, conforme declarou Kvitko, esse não é um caso isolado. Atualmente, ela atendende cinco adolescentes entre 14 a 18 anos que passam pela mesma situação relatada.

Até a última terça-feira, 26, a linha direta de atendimento para casos de abuso sexual na Ucrânia havia recebido 103 denúncias. Além de mulheres, estão entre as vítimas homens e crianças pequenas.

Legislação rígida sobre aborto

Segundo informou a diretora do Centro de Liberdades Civis da Ucrânia, Oleksandra Matviychuk, as vítimas de estupro que acabam engravidando encontram um grande problema quando se refugiam na Polônia: a rígida legislação sobre o aborto.

"Mulheres ucranianas que foram estupradas por russos e deixadas na Polônia não podem fazer abortos lá. Sob a lei polonesa, o aborto é permitido em caso de estupro, mas ainda não há processo criminal.

Psicólogos na Polônia estão convencendo-a de que uma nova vida é maravilhosa. Eles destroem a vida de ambos", escreveu Matviychuk nas redes sociais.