Notícias » Entretenimento

Adrien Brody não consegue ver papel que lhe deu Oscar em 2003 por trauma

O ator recebeu o prêmio de Melhor Ator pelo protagonismo em 'O Pianista', lançado no ano anterior

Wallacy Ferrari Publicado em 23/03/2022, às 14h06

Adrien Brody em cena de 'O Pianista' (2002)
Adrien Brody em cena de 'O Pianista' (2002) - Divulgação / Focus Features

O ator Adrien Brody afirmou, em entrevista ao jornal The Times, que não consegue assistir seu papel no filme "O Pianista", lançado em 2002 e que, no ano seguinte, rendeu ao artista o Oscar de Melhor Ator. A justificativa dada pelo astro foi um trauma, 20 anos antes, durante a preparação para o personagem.

Vivendo o músico judeu Wladyslaw Szpilman, o ator foi obrigado pelo diretor Roman Polanski a adequar seu peso no início das gravações, que ocorreriam em seis semanas após a confirmação do papel. Com isso, teve de perder 14 quilos dentro do período, acarretando em diversos problemas de saúde que prosseguiram após o término da produção.

Não consigo nem mesmo ver o filme. Eu não consigo. Meio que choro quando falo sobre isso. [...] Fiquei doente com isso. Foi cumulativo. Fiz uma dieta para passar fome, e daí tive que ganhar [meu peso] de volta", manifestou o ator durante a entrevista.

Ele acrescentou que o impacto foi tamanho que, quando recebeu um convite semelhante, para estrelar "O Sobrevivente" em 2007, recusou o papel.

"Meu metabolismo mudou. Eu pensava que tinha experimentado isso e tinha perdido; pensava que meu corpo seria diferente daquele momento em diante. [...] Parece bobo agora, mas eu realmente não tinha me recuperado”, acrescentou.