Notícias » Vaticano

“Agora é tempo de regressar a Deus”, diz Papa sobre quaresma

O pontífice realizou hoje, 17, a missa que dá início à Quaresma e também à Campanha da Fraternidade

Larissa Lopes, com supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 17/02/2021, às 14h44 - Atualizado às 14h45

Imagem ilustrativa do Papa Francisco durante um discurso
Imagem ilustrativa do Papa Francisco durante um discurso - Getty Images

O Papa Francisco realizou, nesta quarta-feira, 17, a missa que dá início à Quaresma — período até a Páscoa. “Na vida, sempre teremos coisas a fazer e desculpas para dar, mas agora é tempo de regressar a Deus", definiu o líder católico.

A celebração aconteceu pela manhã, no Vaticano, e também representou a abertura da Campanha da Fraternidade 2021. As informações são da agência de notícias italiana ANSA.

A campanha católica visa, todos os anos, despertar a solidariedade de seus fiéis e da sociedade em torno de um problema que envolve a população brasileira. A cada ano, um tema é escolhido para reflexão e busca de soluções. 

Em 2021, a Igreja decidiu pelo título “Fraternidade e Diálogo: compromisso do amor”, em que o olhar crítico ficará sob os discursos de ódio e o fundamentalismo religioso. Além disso, deve haver a defesa das minorias e a valorização da ciência. 

Em sua mensagem, o Papa pediu para que todos trabalhem juntos no combate à pandemia da Covid-19. "Precisamos vencer a pandemia e nós o faremos à medida em que formos capazes de superar as divisões e nos unirmos em torno da vida”, escreveu o líder católico. 

“Como indiquei na recente Encíclica Fratelli tutti, 'passada a crise sanitária, a pior reação seria cair ainda mais num consumismo febril e em novas formas de autoproteção egoísta'. Para que isso não ocorra, a Quaresma nos é de grande auxílio, pois nos chama à conversão através da oração, do jejum e da esmola", completou.

Para Francisco, a 58º Campanha da Fraternidade propõe aos fiéis "sentar-se a escutar o outro e, assim, superar os obstáculos de um mundo que é muitas vezes um mundo surdo".

Ainda, o Papa comemorou outro fato: em 2021 será a quinta vez em que as Igrejas do Conselho Nacional das Igrejas Cristãs do Brasil (Conic) participarão da Campanha. 

"A fecundidade do nosso testemunho dependerá também de nossa capacidade de dialogar, encontrar pontos de união e os traduzir em ações em favor da vida, de modo especial a vida dos mais vulneráveis", finalizou o pontífice.


Sobre o Papa Francisco

Em 13 de março de 2013, Jorge Mario Bergoglio foi eleito papa, após a sucessão de Bento XVI. A decisão foi tomada no segundo dia do conclave, e Bergoglio escolheu o nome de Francisco, em referência a Francisco de Assis.

Nascido em 17 de dezembro de 1936, em Buenos Aires, na Argentina, Francisco foi o primeiro jesuíta a ser eleito papa e primeiro papa do continente americano.

Ao longo de sua trajetória, Francisco já reuniu uma série de frases consideradas polêmicas e controversas.