Notícias » Arqueologia

Agricultor descobre pedra de mil anos com escrituras inéditas na Suécia

Pesquisadores estão chamando o achado de "a descoberta deste ano"

Giovanna de Matteo Publicado em 21/09/2020, às 08h56

Pedra rúnica encontrada na Suécia
Pedra rúnica encontrada na Suécia - Museu Västervik / Divulgação

Uma grande pedra que continha inscrições rúnicas foi achada por um fazendeiro enquanto estava arando o campo em sua fazenda ao redor de Loftahammar, na Suécia

A pedra já tinha sido guardada para servir de escada, porém, quando o fazendeiro decidiu virá-la descobriu que estava coberta de runas. Após a descoberta o homem acionou Veronica Palm, vice-diretora e arqueóloga do museu de Västervik. Quando ela tomou conhecimento sobre a pedra contatou imediatamente o National Heritage Board. 

O runologista Magnus Källström foi até o local para analisar as incrições, e descobriu que continha uma mensagem interpretada que dizia: "As cercas ergueram esta pedra em homenagem ao pai de Sigdjärv, marido de Ögärd". A runa foi datada pertencente da primeira metade do século 11.

Incrições rúnicas em pedra / Museu Västervik / Divulgação

 

Foi identificado que Ögärd teria feito parte de uma família importante que vivia na região. Já era sabido desde 2006 que a área teria sido residência de nomes significativos, segundo uma descoberta feita de um depósito de prata da Idade Viking em Hellerö.

Veronica Palm declarou que a pedra "está em muito bom estado. É incomum encontrar pedras rúnicas em tão boas condições. Deve ter caído há muito tempo porque o campo é usado há muito tempo. Foi uma coincidência que ele estivesse na pedra com o arado e pudesse encontrá-lo. Estava de cabeça para baixo".