Notícias » Arqueologia

Agulha de prata viking é encontrada por fazendeiro na ilha de Gotland, na Suécia

O sueco Håkan Linder realizou a descoberta há cerca de 40 anos, mas somente agora soube da origem e importância dos artefatos

Giovanna Gomes Publicado em 19/11/2020, às 07h06

O fazendeiro encontrou um importante tesouro
O fazendeiro encontrou um importante tesouro - Divulgação/SVT

Há 40 anos, o fazendeiroHåkan Linder encontrou uma agulha um tanto incomum enquanto arava um campo em Gotland, na Suécia. No início, ele acreditava que o material era feito de estanho, mas depois foi constatado que tratava-se de um objeto feito de prata.

Assim que realizou a descoberta, Linder recorreu a especialistas, uma vez que não sabia do que o objeto se tratava. Eles, por sua vez, disseram-lhe que não valia nada e que poderia jogá-lo no lixo. Porém, felizmente, o sueco não ouviu aquelas pessoas e guardou a agulha em uma caixa.

Recencemente, o arqueólogo Majvor Östergre soube da descoberta e decidiu investigar o artefato. Ele perguntou a Linder se poderiam, junto a sua equipe, examinar o campo usando um detector de metais. O fazendeiro permitiu e mostrou-lhes o local onde havia encontrado a agulha. Logo, o aparelho detectou a presença de alguns materiais sob o solo, de modo que os pesquisadores começaram a cavar. 

“Descobrimos dois tesouros de prata que foram enterrados a 50 metros um do outro. Um deles contém 100 moedas e joias. Nós até encontramos o anel na agulha de prata que Håkan Linder havia encontrado 40 anos atrás. A agulha e o anel provavelmente pertenciam a uma parte de um traje viking masculino ”, disse Östergren à SVT, rede de televisão sueca.

Linder, como proprietário do local, ficou encantado quando soube que se tratavam de tesouros vikings que haviam sido escondidos em sua fazenda."É inacreditável. Eu nunca teria pensado isso", disse.