Notícias » Mundo

Alpinistas passam quatro dias em montanha do Nepal atingida por ciclone

Após muita espera, as condições meteorológicas finalmente mudaram, permitindo que a dupla voltasse à segurança

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 31/05/2021, às 15h24

Fotografia mostrando Marek Holecek e Radoslav Groh
Fotografia mostrando Marek Holecek e Radoslav Groh - Divulgação/ Arquivo Pessoal

No último sábado, 29, os alpinistas tchecos Marek Holecek e Radoslav Groh finalmente comunicaram através de uma ligação que estavam conseguindo descer a montanha Baruntse, no Nepal, que havia sido atingida por um ciclone

Segundo repercutido pelo R7, a dupla contava com o celular de um dos dois para fornecer atualizações de sua situação, e passaram quase quatro dias presos no local. Sua última mensagem, na sexta-feira, 28, foi de que esperavam por “um milagre” para conseguirem voltar a se locomover. 

"A situação não mudou, estamos presos a sete mil metros e não podemos nos mover. Ainda está nevando, o vento está forte e não há visibilidade. Estamos esperando por um milagre que espero chegar no sábado", disseram eles, ainda conforme o R7. 

Foi apenas através do celular, que era capaz de comunicação via satélite, que os alpinistas conseguiram permanecer em comunicação e ainda acompanhar as condições meteorológicas.

Eles não solicitaram nenhum resgate, todavia, o que também seria complicado considerando que estavam presos em uma montanha sendo fustigada por uma tempestade.