Notícias » Brasil

Aluna usa prova de português para denunciar violência doméstica

Uma jovem estudante em Roraima pediu ajuda em relação à sua complicada situação domiciliar de uma forma inesperada

Ingredi Brunato, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 04/12/2021, às 10h38

Fotografia meramente ilustrativa
Fotografia meramente ilustrativa - Divulgação/ Pixabay/ Tumiso

Na cidade de Vale do Anari, localizada no estado de Rondônia, uma estudante de 13 anos de idade usou uma avaliação de português aplicada por sua escola para transmitir um pedido de ajuda. 

Por favor, me ajuda. Meu pai bate na minha mãe. Chama para mim a polícia", escreveu a menina, que deixou seu endereço anotado embaixo da mensagem.

O episódio se deu no último mês de novembro, porém apenas viralizou nas redes sociais nos últimos dias, segundo informações repercutidas pelo UOL na última sexta-feira, 3. 

Prova citada / Crédito: Divulgação/ Polícia Civil de Roraima

 

A professora que ensinava a disciplina entrou em contato com o Conselho Tutelar após ler o recado. Após assistentes sociais visitarem a família, a Polícia Civil acabou também sendo envolvida no caso. 

O suspeito pelas agressões é um homem de 46 anos de idade. Além de bater na mãe de seus filhos, ele também investiria contra as crianças, ainda de acordo com as investigações. 

"Há um histórico de violência física e psicológica contra a mãe dessa garota. Há um relato de agressão aos filhos também. A mulher negava as agressões e não queria denunciar. Vimos que estava abalada psicologicamente, tanto que demorou a convencê-la a prestar depoimento", relatou André Kondageski, o delegado encarregado do caso, também conforme o UOL.

A dupla tem quatro filhos, um menino de 8, uma menina de 13 (que foi quem fez a denúncia), e duas adolescentes de 14 e 16 anos. Atualmente, eles estão sob proteção de um abrigo.