Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Amber Heard

Amber Heard diz que Johnny Depp mentiu e que teme ser processada novamente

“Eu não sou uma santa. Não estou pedindo para ninguém gostar de mim", declarou a atriz em entrevista à NBC

Redação Publicado em 18/06/2022, às 09h37

A atriz Amber Heard acenando - Getty Images
A atriz Amber Heard acenando - Getty Images

Na última sexta-feira, 17, o programa Dateline, da NBC, exibiu a primeira entrevista com a atriz Amber Heard depois que ela foi considerada culpada por difamar seu ex-marido, o ator Johnny Depp

No bate-papo com a jornalista Savannah Guthrie, a atriz revelou que a possibilidade de ser processada novamente pelo astro da franquia Piratas do Caribe tem a deixado “aterrorizada”. 

Até então, Amber entendia que tinha o direito de falar publicamente sobre a violência doméstica que diz ter sofrido de Depp, mas que tudo mudou com a decisão do júri. “Acho que isso que um processo de difamação faz, ele tira sua voz”. 

Eu dei como certo o que assumi ser meu direito de falar, não apenas sobre o que eu vivi, mas o que eu sabia", continuou. 

Apesar da decisão contrária, a atriz de Aquaman afirma manter “cada palavra” do que disse. Ao acusar novamente Johnny de abuso sexual e de violência, ela alegou que o ex-marido mentiu para a Justiça

Heard contestada

Conforme relatado pelo Splash, do UOL, Savannah Guthrie chegou a questionar o fato de nenhuma das outras mulheres, que tiveram relação com o ator, acusaram Johnny de abuso ou qualquer tipo de agressão. A modelo Kate Moss, aliás, o defendeu diante do júri

Olha o que aconteceu comigo quando eu denunciei. Você denunciaria?", retrucou a atriz. 

"A única coisa que eu posso esperar, neste momento, é que as pessoas me vejam como um ser humano”, explicou a atriz sobre o motivo de estar falando sobre o julgamento. "Eu não sou uma boa vítima, eu entendo. Não sou uma vítima simpática. Eu não sou uma vítima perfeita, eu entendo. Eu não sou uma santa. Não estou pedindo para ninguém gostar de mim".

"O que aprendi neste julgamento é que nada será bom o suficiente", completou. "Se você tem provas, então foi um esquema, uma farsa. Se não tiver provas, não aconteceu. Se você tem um hematoma, é falso. Se você não tem uma contusão, então a violência claramente não te machucou. Você contou para as pessoas? Então você está histérica. Você não contou? Não aconteceu."