Notícias » Ciência

Americano é hospitalizado após injetar cocaína no próprio pênis

Homem teve necrose e úlcera no membro após ter injetado a droga na veia dorsal da genitália ao menos duas outras vezes

Redação Publicado em 31/03/2022, às 10h01

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - neotam, via Pixabay

Um americano de 35 anos injetou cocaína na veia dorsal do próprio pênis e acabou tendo graves lesões na genitália, tendo que ser levado à emergência de um hospital nos Estados Unidos após sentir uma dor "excruciante e crescente" por pelo menos três dias.

Segundo descreveram os médicos em um artigo publicado na revista científica American Journal of Case Reports, o membro do homem apresentava necrose e úlcera na lateral, branqueamento na frente, além de estar inchado.

Os profissionais de saúde também relataram que o paciente havia injetado cocaína na veia do pênis ao menos duas outras vezes nas duas semanas que antecederam a internação. No entanto, a situação havia sido “sem complicação alguma".

Depois de a úlcera ser identificada, foi descartada a gangrena do membro. Os médicos, então, começaram o tratamento do indivíduo para a recuperação do órgão íntimo com antibiótico, que durou 10 dias.

O homem possui um "significativo" histórico de uso de drogas, mas, quando foi liberado após ter se recuperado, se negou a ir a uma reabilitação para seu vício em drogas. Como reportou o UOL, também não houve acompanhamento depois da alta.

Os pesquisadores destacaram, na pesquisa, como o uso intravenoso de drogas favorece lesões nas veias, em especial eritema, a vermelhidão na pele, além de necrose e vasoconstrição, que pode ser responsável por causar pressão alta, por exemplo.