Notícias » Brasil

Ana Maria Braga se retrata após chamar Rússia de "comunista”

"A Rússia é um país capitalista agora”, corrigiu a apresentadora

Fabio Previdelli Publicado em 08/03/2022, às 14h18

Ana Maria Braga se desculpa após chamar a Rússia de país "comunista"
Ana Maria Braga se desculpa após chamar a Rússia de país "comunista" - Divulgação/ Rede Globo

Após ser criticada por chamar a Rússia de um país “comunista”, a apresentadora Ana Maria Braga se retratou sobre sua fala. "Ontem eu errei ao dizer que a Rússia ainda é um país comunista, a sensação que se tem hoje é que seja, pelo comportamento de seu representante, o [Vladimir] Putin".

Logo em seguida, a apresentadora comentou sobre o fim da União Soviética e da mudança de governo do país. “Essa mudança aconteceu em 26 de dezembro de 1991 com a declaração de reconhecimento da independência das antigas repúblicas soviéticas, que seria Rússia, Ucrânia e a ex Bielorrússia, atual Belarus”. 

A Rússia é um país capitalista agora, que tá aberto à iniciativa privada, ao mercado externo, mas hoje, diante dessa guerra, parece que o presidente Vladimir Putin esqueceu disso, assim como eu ontem", completou.

Relembre a polêmica

Ana Maria Braga, a apresentadora do programa "Mais Você" da TV Globo, chamou a Rússia de comunista durante a edição desta segunda-feira, 7. Entretanto, vale ressaltar,  país deixou de ser socialista depois da queda da União Soviética, em 1991. A fala foi dita durante uma conversa com Renato Peters, um cartunista e repórter:

A gente não pode esquecer também que dentro do país, seja ele qual for, como a Rússia, quando você vê um dirigente como o Putin fazendo o que faz, obviamente existem muitos russos que são contra a guerra", afirmou Ana.

O jornalista, que foi para o programa como convidado, respondeu a apresentadora: "A gente tá vendo várias manifestações, mas tem muita gente sendo presa por estar se manifestando contra. E com violência."

Foi então que Ana Maria Braga disse a frase que gerou uma enorme polêmica nas redes sociais: “É um regime comunista, né? Você não pode dizer 'não' sem ordem. Tem que dizer 'sim' pra tudo.”