Notícias » Personagem

Andrew, filho de Elizabeth II, é processado por abuso de menor: 'Ricos e poderosos não estão isentos'

A americana Virginia Giuffre afirma ter sido abusada pelo filho da rainha quando tinha 17 anos

Giovanna Gomes sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 10/08/2021, às 11h19

O príncipe Andrew
O príncipe Andrew - Getty Images

Virginia Giuffre, cidadã norte-americana que acusa o príncipe Andrew de abuso sexual, entrou com um processo contra o filho da rainha Elizabeth II na última segunda-feira, 9, em Nova York, nos EUA.

Segundo ela, o filho da monarca teria cometido o abuso sexual quando ela tinha 17 anos, por meio da rede de tráfico sexual comandada pelo bilionário Jeffrey Epstein,  encontrado morto na prisão no ano de 2019.

"Responsabilizo o príncipe Andrew pelo que me fez. Os ricos e poderosos não estão isentos de prestar contas", disse Giuffre. "Espero que outras vítimas vejam que é possível não viver no silêncio e no medo".

Conforme o G1, os advogados da vítima entraram com o processo no tribunal federal de Manhattan. O documento relata que o caso ocorreu em Londres, na casa da ex-namorada de Epstein, a socialite Ghislaine Maxwell, e também nas casas do criminoso em Manhattan e em Little St. James, entre os anos de 2000 e 2002.

Inúmeras foram as acusações contra o casal, de várias vítimas que teriam sido atraídas para casas de luxo, ainda menores, para realizarem atos sexuais.

Epstein, além de ser amigo do príncipe, tinha ligação com muitos outros membros da elite, como o ex-presidente americano, Donald Trump.