Notícias » Entretenimento

Andrew Garfield sobre heterossexuais interpretarem gays: 'Imaginação empática'

Ator expressou sua visão em entrevista ao The Telegraph

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 24/03/2022, às 15h21

Fotografia de Andrew Garfield em evento de 2022
Fotografia de Andrew Garfield em evento de 2022 - Getty Images

Em uma entrevista dada por Andrew Garfield ao jornal britânico The Telegraph na sexta-feira passada, 19, o ator compartilhou sua opinião a respeito de profissionais heterossexuais interpretando personagens homossexuais. 

O próprio intérprete já teve essa experiência, tendo dado vida a Prior Walter, um jovem paciente gay sofrendo com AIDS, na peça de teatro "Angels in America", apresentada no ano de 2017. 

“Acho que são duas conversas diferentes se confundindo. Uma delas é sobre igualdade de oportunidades, e sou completamente a favor disso, porque devemos querer um mundo em que não importa sua orientação sexual, sua cor ou sua herança étnica, todos recebam uma boa representação", explicou Garfield, conforme repercutido pela revista Rolling Stone. 

"Mas a outra [conversa] é sobre imaginação empática, e se nós apenas permitirmos que as pessoas sejam escolhidas exatamente como elas são, será a morte de tudo. Portanto, as duas conversas separadas precisam acontecer simultaneamente. Porque não estou disposto a apoiar a morte da imaginação empática. É o que mais precisamos como cultura, e é lindo", concluiu o ator. 

Vale lembrar que Andrew Garfield foi nomeado ao Oscar 2022 na categoria de "Melhor Ator" em sua performance no filme "Tick, Tick...Boom!", que foi lançado pela Netflix em novembro de 2021. O evento ocorrerá no próximo domingo, 27. 

Confira o trailer do longa abaixo: