Notícias » Irã

"Angelina Jolie do Irã" é presa por blasfêmia

A instagramer que ganhou notoriedade em 2017, teve sua conta deletada após receber inúmeras denúncias

Fabio Previdelli Publicado em 07/10/2019, às 17h13

None
Reprodução

A instagramer Sahar Tabar, conhecida como Angelina Jolie Zumbi, foi presa no Irã por acusações de blasfêmia, instigação à violência, insulto ao código de vestuário do país, encorajar jovens à corrupção moral e aquisição ilegal de propriedade. A informação foi divulgada pela agencia de notícias Tasnim.

Sahar Tabar é conhecida como Angelina Jolie Zumbi / Crédito: Reprodução


Tabar, de apenas 22 anos, ganhou repercussão internacional em 2017, quando suas fotos viralizaram nas redes sociais. Notícias da época apontavam que a jovem passou por cerca de 50 cirurgias para se parecer com a atriz hollywoodiana, no entanto, ela desmentiu as informações e alegou que as fotos seriam editadas antes de serem publicadas.

Ela teve sua conta excluída após receber inúmeras denuncias de usuários da plataforma. Sahar agora faz parte da lista influenciadores iranianos que tiveram suas contas deletadas e passaram a ser perseguidos pela violação das rígidas leis do país. Vale ressaltar que o Instagram é a única grande rede social liberada no Irã, já que Facebook, Twitter e Telegram foram oficialmente bloqueados.

Sahar Tabar antes e depois da transformação / Crédito: Reprodução


Ainda não se sabe para qual prisão a jovem será encaminhada, mas há uma suspeita que ela seja conduzida para a penitenciaria de Evin, localizada na periferia do Teerã e que possui um duro histórico de casos de tortura e estupro contra os presos.