Notícias » Mundo

Antes de morrer, vidente previu outra pandemia em 2022

Falecida em 1996, a clarividente búlgara conhecida como ‘Baba Vanga’ previu que seremos atingidos por mais um vírus

Pamela Malva Publicado em 28/12/2021, às 16h30

Fotografia da vidente búlgara Baba Vanga
Fotografia da vidente búlgara Baba Vanga - Пакко/ Creative Commons/ Wikimedia Commons

Considerada como a Nostradamus dos Balcãs, a búlgara Vangelia Gushterova, mais conhecida como ‘Baba Vanga, morreu em 1996, mas deixou diversas previsões para os próximos anos da humanidade. E uma dessas previsões tem causado preocupação.

Acontece que, segundo O Globo, a clarividente búlgara previu que, em 2022, nós seremos atingidos por mais uma pandemia, desta vez descoberta na Sibéria. Em seus escritos, Baba Vanga ainda definiu que o vetor da enfermidade será um vírus mortal.

Como se não fosse suficiente, a vidente também afirmou que diversas cidades do mundo irão sofrer com uma crise hídrica em 2022. Com isso, muitas regiões serão afetadas pela escassez de água potável, enquanto a poluição dos rios irá aumentar.

Ainda no ano que vem, Ásia e Austrália serão devastadas por um tsunami, segundo as previsões da vidente. E, por fim, o planeta será invadido por alienígenas — que teriam enviado um asteróide para a Terra em 2017, a fim de atacar a humanidade em 2022.

Quem é Baba Vanga?

Nascida em 1911, em Strumica, no então império Otomano, Baba Vanga ficou conhecida por suas previsões tidas como certeiras. Nesse sentido, segundo O Globo, a vidente búlgara teria previsto até mesmo o ataque às Torres Gêmeas em setembro de 2001.

Antes de morrer, Baba Vanga ainda teria previsto a morte da princesa Diana, em 1997,  o acidente nuclear em Chernobyl, em 1986, o destrutivo tsunami de 2004 na Ásia e, por fim, a saída do Reino Unido da União Europeia. Quando falou sobre os acontecimentos de 2021, por exemplo, a vidente afirmou que enfrentaríamos atividades sísmica e vulcânica bastante significativas. Isso sem contar inundações e tempestades.