Notícias » Alemanha

Antiga área vulcânica volta a se movimentar na Alemanha

Os especialistas demonstraram preocupação, já que uma possível erupção pode causar danos

Penélope Coelho Publicado em 12/06/2020, às 09h52

Imagem ilustrativa de um vulcão
Imagem ilustrativa de um vulcão - Unsplash

Uma pesquisa publicada pela revista científica Geophysical Journal International analisou a antiga região vulcânica localizada em Eifel, no oeste da Alemanha. Segundo os geólogos, o local registrou alguns movimentos terrestres preocupantes, o que indica a possibilidade de que o vulcão continue ativo.

Até então, acreditava-se que não existia mais atividade vulcânica nessa área, porém, devido ao longo histórico de erupções na região, é possível que isso volte a acontecer. Segundo os cientistas, Eifel possui até características de baixo relevo, nomeadas como maars — uma condição causada pela erupção do vulcão, que deixa no ambiente uma espécie de cratera alargada, motivada pelo calor.

Em entrevista para o jornal News Week, o líder da pesquisa, Corné Kreemer, chegou à conclusão de que a região vulcânica de Eifel tem apresentado uma elevação. As pesquisas foram realizadas através da coleta de dados por meio de GPS.

Para Kreemer, a elevação no local está acontecendo de forma rápida, além disso, o estudo revelou que esses movimentos na superfície terrestre podem causar danos extensos não só na Alemanha, mas também na Bélgica, Países Baixos, França e Luxemburgo.

Explicações 

Segundo os geólogos, isso tem um motivo e deve estar acontecendo devido a um fenômeno geológico que consiste no pressionamento de uma superfície a partir do interior da Terra — esse efeito é conhecido como pluma mantélica.

Atualmente, o objetivo dos geólogos é continuar com as investigações no local, para entender se a área vulcânica nessa região da Alemanha está mesmo ativa, e se realmente estiver, eles irão analisar os riscos para que possam ser prevenidos e diminuídos.