Notícias » Personagem

Antiga Mulher-Maravilha critica comentários de J.K. Rowling

Após a autora de 'Harry Potter' fazer mais declarações polêmicas, a atriz Lynda Carter defendeu a comunidade trans

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 16/12/2021, às 19h00

Lynda Carter como a Mulher-Maravilha e J.K. Rowling em premiação (2021)
Lynda Carter como a Mulher-Maravilha e J.K. Rowling em premiação (2021) - Divulgação / CBS e Getty Images

No último domingo, 12, a autora da saga 'Harry Potter' usou seu perfil no Twitter para criticar uma decisão do governo escocês e fez uma declaração considerada por muitos internautas como transfóbica, ao propagar um estereótipo contra mulheres trans.

Em meio à revolta da internet, diversas pessoas vieram defender J.K. Rowling, afirmando que este era um caso de ‘cultura do cancelamento’ e que a escritora estava sendo alvo de machismo. Acontece que Lynda Carter, a antiga Mulher-Maravilha, não concordou com as falas de Rowling e de seus defensores.

Conhecida por interpretar a heroína em sua série de 1975 a 1979, Carter também utilizou a rede social para ir contra as últimas declarações da mente por trás de 'Harry Potter'. As informações são da publicação Rolling Stone.

Mesmo sem citar diretamente o nome de J.K. Rowling, a atriz defendeu os direitos da comunidade trans e criticou pessoas que usam sua plataforma para o mal.

Você não tem de ser trans para entender a importância de respeitar pessoas trans e afirmar suas identidades. A vida já é tão curta. Não consigo imaginar como faz qualquer sentido utilizar sua fama e recursos para desrespeitar alguém”, opinou a atriz.

A mulher por trás do pseudônimo Robert Galbraith já tem um longo histórico de declarações transfóbicas, envolvendo apoio a pessoas abertamente anti-trans, artigos contra a comunidade trans e vários tweets. O site Aventuras na História já abordou as polêmicas envolvendo Rowling em uma matéria, que você pode ler clicando aqui.