Notícias » Europa

Antigo deputado da extrema-direita alemã é condenado

Stefan Räpple foi indiciado por suas ações extremistas em 2020

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 20/01/2022, às 14h33

Stefan Räpple durante entrevista, em 2019
Stefan Räpple durante entrevista, em 2019 - Divulgação / YouTube / ntv Nachrichten

Stefan Räpple,um alemão de 40 anos que serviu como deputado estadual de extrema-direita, foi condenado por um tribunal em Mainz, no sudoeste da Alemanha, na última quarta-feira, 19, e terá que pagar uma multa de 2400 euros, além de passar 10 meses em liberdade condicional. 

Räpple, que era deputado de Baden-Württemberg, havia participado de uma manifestação contra medidas restritivas para conter o coronavírus durante o ano de 2020. O protesto, que se deu em Berlim, chegou perto de se escalar e se tornar uma invasão da sede do Parlamento Alemão. Na época, Stefan Räpple resistiu a prisão. As informações são da Deutsche Welle. 

No mesmo ano, apenas um mês depois do primeiro ocorrido, Räpple fez parte de outra manifestação, desta vez na cidade de Mainz. Os protestantes pediam a derrubada do governo alemão e buscavam invadir a sede da chancelaria federal, em Berlim.

Dentro do processo, o antigo deputado de Baden-Württemberg foi indiciado por resistir à prisão e por incitar atos criminosos. O valor da multa que será paga por Räpple, que foi expulso da legenda do partido de extrema-direita Alternativa para a Alemanha (AfD), será encaminhado para um hospital infantil.