Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Brasil

Antigo prédio do Mappin é vendido por quantia milionária e já tem destino definido

Símbolo varejista durante o século 20, a primeira loja de departamentos de São Paulo deverá ter um espaço para lazer

Wallacy Ferrari

por Wallacy Ferrari

wferrari@caras.com.br

Publicado em 29/04/2023, às 09h50 - Atualizado em 02/05/2023, às 13h39

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem de anúncio ilustra Mappin com iluminação noturna - Divulgação / Mappin
Imagem de anúncio ilustra Mappin com iluminação noturna - Divulgação / Mappin

Marcado como um dos endereços mais movimentados do centro de São Paulo durante o século 20, o memorável prédio João Brícola, que abrigava a varejista Mappin, conhecida como a primeira loja de departamentos da capital paulista, será designado para um novo uso.

Vendido pela quantia de R$ 71,5 milhões, o endereço na Praça Ramos de Azevedo, em frente ao Theatro Municipal, deverá abrigar uma unidade do Sesc, como apontou o jornal Folha de S. Paulo como um plano de expansão da instituição.

A venda fora efetivada pela São Carlos Empreendimentos e Participações, controlada pelas famílias dos bilionários Marcel Telles, Beto Sucupira e Jorge Paulo Lemann — os mesmos atribuídos como maiores acionistas de outra varejista, a Americanas, diretamente ligados a recuperação da empresa.

História do local

De acordo com o portal São Paulo Antiga, a confecção do edifício foi concluída em 1939 pelo mesmo arquiteto responsável pelo desenho do viaduto do Chá e do Jockey Club de São Paulo, Elisário Bahiana.

Originalmente, deveria receber o banco Banespa, que abriu mão do edifício por estar longe do centro financeiro. Sobrou ao Mappin aproveitar a estrutura de mais de 12 mil m², que antes ficava na Praça do Patriarca.

Se inspirando nas lojas de departamento norte-americanas Sears e, especificamente, a nova-iorquina Macy's, que é conhecida por ter uma unidade principal de muitos andares no centro da megalópole estadunidense, ocupou o endereço até declarar falência, decretada no ano de 1999.