Notícias » Saúde

Anvisa emite alerta sobre 1º caso de "superfungo" resistente a medicamentos no Brasil

O Candida auris foi identificado em um paciente internado em uma UTI na Bahia e sua amostra passa por estudos biológicos

Wallacy Ferrari Publicado em 08/12/2020, às 14h00

Imagem ilustrativa de análise laboratorial
Imagem ilustrativa de análise laboratorial - Pixabay

Na tarde da última segunda-feira, 7, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu um comunicado alertando um possível caso do fungo Candida auris no Brasil, iniciando uma investigação a nível nacional. Apelidado de "superfungo", ele é resistente a medicamentos e causou infecções hospitalares pelo mundo, se tornando um dos mais temidos pela medicina.

De acordo com o alerta, uma amostra do micro-organismo foi localizada na "ponta de cateter de paciente internado em UTI adulto em hospital do Estado da Bahia", sendo analisada por pesquisadores do Laboratório Central de Saúde Pública Profº Gonçalo Moniz (Lacen-BA), em Salvador, e posteriormente conduzida ao Laboratório do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

A Anvisa acrescentou que a constatação positiva representaria “uma séria ameaça à saúde pública", visto que, segundo a BBC, estima-se que as infecções causadas pelo fungo Candida auris tenham levado à morte de entre 30% a 60% dos pacientes. O comunicado acrescentou que a confirmação oficial ocorrerá após análises fenotípicas e de sequenciamento genético do microrganismo.

O fungo Candida auris é parente do fungo Candida albicans, responsável pela transmissão da candidíase, e foi identificado pela primeira vez em 2009, quando acometeu o canal auditivo de uma idosa japonesa Hospital Geriátrico Metropolitano de Tóquio.