Notícias » Arqueologia

Ao acaso, fazendeiro encontra estátua de deus do sol do século 10 na Índia

Feita de granito, a escultura de 60 centímetros de altura representava Suria com duas flores de lótus nas mãos

Isabela Barreiros Publicado em 17/11/2020, às 08h00

Estátua descoberta na Índia
Estátua descoberta na Índia - Divulgação - ANI

Enquanto usava um arado para cultivar a terra, um fazendeiro acabou fazendo uma descoberta arqueológica impressionante. Ao acaso, na fazenda de Harijan Vannurappa, localizada na vila Kalagodu, na Índia, o homem encontrou uma escultura que remonta ao século 10.

Rapidamente, ele convocou a Associação do Patrimônio Rayadurg que logo enviou um especialista ao local para analisar a estátua. Gudekota Siva Kumar, especialista membro da organização, afirmou que se tratava de um ídolo que representava o deus do sol Suria.

O artefato é feito de granito e possui por volta de 60 centímetros de altura. A divindade foi retratada segurando duas flores de lótus em ambas as mãos. Por meio do estilo da escultura, foi possível data-la, colocando-a no período histórico dos reis Nolamba, entre 735 a 1052 d.C.

O pesquisador envolvido na análise disse que o objeto relembra outras descobertas que já foram feitas na região e os moradores sugerem que outras ainda estão enterradas no local. A escultura será levada para o Museu Arqueológico de Anantapur, onde será preservada.