Notícias » Arqueologia

Ao acaso, homem encontra espada da Idade do Bronze na República Tcheca

Ele estava colhendo cogumelos quando descobriu uma raríssima lâmina e um martelo de 3.300 anos

Isabela Barreiros Publicado em 03/11/2020, às 14h38

A espada da Idade do Bronze
A espada da Idade do Bronze - Divulgação - Museu Etnográfic de Jeseník

Roman Novák estava procurando e colhendo cogumelos no distrito de Jeseník, na República Tcheca, quando percebeu que havia descoberto algo muito mais preciso. Ele contou que descobriu primeiro uma lâmina, o que fez com que ele cavasse mais e encontrasse uma espada completa que data da Idade do Bronze.

“Acabara de chover e fui colher cogumelos. Enquanto eu ia, vi um pedaço de metal saindo de algumas pedras. Eu chutei e descobri que era uma lâmina, parte de uma espada. Então cavei mais um pouco para encontrar um machado de bronze”, explicou.

Dedicar-se ao passatempo considerado comum na região, ele acabou sendo responsável por uma das maiores descobertas dos últimos tempos no país. Segundo Jiří Juchelka, chefe do departamento de arqueologia do Museu da Silésia, “é apenas a segunda espada desse tipo a ser encontrada aqui”.

O especialista foi convocado por Novák logo após o objeto ser desenterrado. Depois disso, o item foi levado para que mais análises pudessem ser realizadas. Os arqueólogos afirmaram que a espada e o martelo têm pelo menos 3.300 anos.

Embora seja rara, a espada não estava em suas melhores condições. “Eles estavam obviamente tentando o seu melhor, mas a qualidade do elenco era realmente muito baixa. Os testes de raios-X mostram que existem muitas pequenas bolhas dentro da arma. Isso sugere que a espada não foi usada em combate, mas sim um valor simbólico”, explicou Juchelka.

Agora, a ideia é realizar uma escavação profissional no local, a fim de descobrir seus maiores mistérios. Milan Rychlý, do Museu Etnográfico de Jeseník, disse: “É como um quebra-cabeça. Temos apenas pequenos fragmentos da história que aconteceu agora, então temos que começar a juntar tudo”.