Notícias » Brasil

Ao se deparar com R$ 12 mil em caixa de sapato, vigilante devolve valor à dona

Caso aconteceu no último dia 20, em Natal

Isabela Barreiros Publicado em 28/10/2021, às 07h40

Registro do dinheiro em espécie dentro da caixa de sapato
Registro do dinheiro em espécie dentro da caixa de sapato - Divulgação/g1

Um vigilante que trabalhava em um edifício empresarial no bairro de Lagoa Nova, zona sul de Natal, RS, se deparou com uma caixa de sapato contendo um valor de R$ 12 mil. Ao descobrir o dinheiro no último dia 20, ele encontrou a dona e o devolveu. 

Marcone Damasceno de Oliveira, de 41 anos, localizou o valor em espécie esquecido no estacionamento do subsolo do prédio, quando estava fazendo uma ronda de vistoria. A caixa de sapato estava ao lado de um livro de psicologia, próxima ao elevador.

"Recolhi e coloquei em cima do balcão. Depois eu abri e vi o dinheiro. Foi um susto. Uma parte estava em duas caixinhas, outra parte num envelope e o maior valor, R$ 10 mil, em uma sacola de supermercado", disse ao portal g1.

"Tenho três filhas e o que eu posso deixar de legado para elas é uma boa educação, honestidade e o exemplo do que é correto, para elas fazerem boas escolhas nas vidas delas", completou.

Um colega de trabalho foi convocado para filmar a descoberta e a síndica do prédio foi chamada para lidar com o ocorrido, assim como a central da empresa de segurança responsável pelo edifício. 

Tudo foi resolvido no dia seguinte, quando a dona do dinheiro, a psicóloga Tatiana Ferreira recebeu o valor de volta ao entrar em contato com a administração do prédio. Ela contou que o dinheiro serviria para investir em uma clínica. 

"Era meu último dia de atendimento lá e por volta das 19h comecei a descer pelo elevador com livros e várias coisas que ainda estava guardando na clínica. Essa caixa foi uma das últimas coisas que levei. Deixei fora do elevador, porque as caixas eram pesadas, mas acabei não voltando", disse. "Só fui descarregar o carro no dia seguinte, por volta das 9h, foi ai que me dei conta", relatou.

Depois da boa ação, uma festa foi promovida pela empresa para Marcone. A celebração contou com “bolo e refrigerante” para agradecê-lo pela atitude.