Notícias » Brasil

Ao se vacinar, menino homenageia avós vítimas da Covid-19

Com apenas 7 anos, a criança se emocionou ao ser imunizada em Arandu, no interior de São Paulo

Redação Publicado em 25/01/2022, às 13h30

Caio, de sete anos, no momento da vacinação
Caio, de sete anos, no momento da vacinação - Divulgação / Prefeitura de Arandu

Um menino de 7 anos realizou uma homenagem aos avós, vítimas da Covid-19, ao se vacinar nesta semana em Arandu, no interior de São Paulo. Segundo a mãe de Caio da Costa Bento, que é enfermeira e aplicou a dose no filho, o garoto se emocionou bastante, tanto pela lembrança dos avós, quanto pelo medo da agulha. 

"Ele ficou com medo. Na foto você vê que ele estava com medo da agulha, mas depois ele chorou, me abraçou e ficou bem emocionado", disse Maria Eduarda Pires da Costa Bento. Ela contou em entrevista ao G1 que os pais morreram pela doença logo nos primeiros meses da pandemia no Brasil, em março e abril de 2020.

Quase dois anos depois da morte de Maria Aparecida Silva da Costa, de 55 anos, e Ismael Pires da Costa Filho, de 57, a vacina contra a Covid-19 chegou para o neto, que segurou um cartaz com a foto do casal enquanto recebia a primeira dose.

Eu estava contando os dias para poder vacinar meu filho. Não via a hora de chegar o e-mail e, quando chegou, ele falou: 'agora é a hora'. E fui eu quem aplicou a vacina nele", disse a enfermeira.

Segundo a fonte, outra neta dos idosos vítimas da Covid-19, Ana Laura Pires da Costa Araújo, de 5 anos, também se vacinou e levou consigo a foto dos avós.

"Vovó e vovô, estamos tomando a vacina que vocês não puderam tomar. Por vocês. Muitas saudades!", dizia a frase no cartaz.