Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Medicina

Aos 13 anos, americana vai estudar Medicina um ano depois de se formar no Ensino Médio

Alena Analeigh Wicker revelou o segredo para tamanha conquista ainda tão jovem

Redação Publicado em 27/07/2022, às 10h20

A americana Alena Analeigh Wicker - Divulgação/D. Lacy
A americana Alena Analeigh Wicker - Divulgação/D. Lacy

Uma garota se formou aos 12 anos no Ensino Médio, nos Estados Unidos, e vai começar a estudar Medicina somente um ano depois após ser aceita em um programa da Universidade do Alabama, na Heersink School of Medicine de Birmingham.

Alena Analeigh Wicker compartilhou a enorme conquista no seu Instagram, onde acumula mais de 20 mil seguidores e divulgou a carta de aceitação do programa, que é uma parceria entre a faculdade e a HBCUs (Historically Black Colleges and Universities) do Alabama.

“Eu trabalhei tanto para alcançar meus objetivos e viver meus sonhos. Mamãe eu consegui”, escreveu Wicker.

A universidade confirmou a matrícula da garota, que atualmente já é estudante de dois cursos de graduação separados em ciências biológicas na Arizona State University e na Oakwood University, em um comunicado enviado à CNN Internacional.

Lista de conquistas

Embora tenha somente 13 anos, a menina já tem uma lista de conquistas. Além de estar matriculada em dois cursos de graduação de universidades diferentes — com um terceiro, agora na Medicina — Wicker também fundou o “The Brown STEM Girl”.

O projeto homenageia o legado da pioneira afro-americana Katherine Johnson na Nasa e tem como objetivo educar meninas negras na área, especialmente na matemática, engenharia, tecnologia e ciência de maneira geral.

“Ainda sou uma garota normal de 13 anos”, disse ao jornal Washington Post. “Tenho habilidades de gerenciamento de tempo extremamente boas e sou muito disciplinada”.

A mãe da garota, Daphne McQuarter, contou que já havia reparado o intelecto da filha desde muito pequena. “Alena era talentosa. Era apenas como ela fazia as coisas e quão avançada ela era. Ela estava lendo livros de capítulos”, destacou.


+O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir.