Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Estados Unidos

Apontado como 'satânico' por conservadores, monumento dos EUA é destruído

Estrutura conhecida 'Stonehenge da América' carregava mensagem sobre controle populacional

Redação Publicado em 07/07/2022, às 14h53 - Atualizado às 14h54

Pedras Guia da Georgia, monumento destruído por conservadores cristãos - Foto por Ashley Clements pelo Wikimedia Commons
Pedras Guia da Georgia, monumento destruído por conservadores cristãos - Foto por Ashley Clements pelo Wikimedia Commons

Um monumento conhecido como 'Stonehenge da América', localizado na cidade de Elberton, na Geórgia, Estados Unidos, foi demolido na última quarta-feira, 6, após ter sofrido um ataque com bomba. A estrutura, que se chama Pedras Guia da Geórgia, foi bombardeada e era classificada por conservadores cristãos como uma obra satânica.

O monumento, erguido em 1980 por encomenda de uma pessoa que utilizada o pseudônimo de R.C. Cristão, funcionava como um calendário e carregava mensagens para a sobrevivência da humanidade no caso de algum evento apocalíptico e sobre controle populacional, em oito idiomas modernos — sendo eles inglês, espanhol, suaíli, hindi, hebreu, árabe, chinês e russo.

Sua estrutura era composta por 6 grandes pedras de granito, sendo uma central, rodeada por quatro outras maiores, e uma última em cima de todas, na horizontal. Além dos escritos em idiomas modernos, no topo havia uma pequena mensagem em quatro línguas antigas — babilônico, sânscrito, grego e hieróglifos egípcios.

Pedras Guias da Georgia antes de serem destruídas
Pedras Guias da Georgia antes de serem destruídas / Foto por Ashley Clements pelo Wikimedia Commons

Imagens divulgadas pela imprensa estadunidense mostram que um dos cinco blocos de granito que servem de sustentasão para o superior desmoronou durante a explosão, e outros foram danificados. Após o ocorrido, as autoridades decidiram por demolir o monumento por completo, por razões de segurança, como informado pela Folha de S. Paulo.

Pedras Guias da Geórgia danificadas por explosão
Pedras Guias da Geórgia danificadas por explosão / Foto pela SKYFOX pelo Wikimedia Commons

Investigação

A polícia da Geórgia ainda investiga o caso, mas ainda não se sabe exatamente quais as motivações para o ataque. A agência de investigação do governo, por sua vez, divulgou em redes sociais vídeo que mostra o momento da explosão, em que um carro passa perto do local pouco antes. 

Técnicos do esquadrão antibombas também buscam pistas que possam apontar os responsáveis pelo atentado. Chris Kubas, vice-presidente da associação Elbert Granito, alegou que as câmeras de monitoramento do local foram instaladas após outros casos de vandalismo ao monumento.