Notícias » Estados Unidos

Após 50 anos, livro é devolvido a biblioteca pública junto de carta bem humorada

Remetente não quis se identificar, mas deixou uma pista

Fabio Previdelli Publicado em 09/08/2021, às 17h45

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Pixabay

Durante 50 anos, uma pessoa pegou emprestado uma cópia do livro 'Coins You Can Collect' — publicado em 1967 que tinha como alvo os colecionadores de moedas — de uma biblioteca pública dos Estados Unidos.  

Desde então, a obra não tinha sido devolvida, mas, na semana passada, tudo mudou. Como relata o G1, o livro foi entregue ao local junto de uma carta um tanto quanto bem-humorada. Além disso, para ‘abater’ o valor da multa, o uma nota de 20 dólares foi deixada junto ao exemplar.  

“Há 50 anos (isso, 50!), uma menininha me pegou emprestado nesta biblioteca em 1971. Naquele momento, ela não imaginava que ia se mudar de Plymouth [Massachusetts, nordeste americano]. Naquela época, as crianças não eram avisadas sobre essas coisas", dizia um trecho do começo da carta. 

“Como vocês podem ver, ela cuidou muito bem de mim", continua, reiterando que exemplar passou por diversas mudanças, mas "sempre acompanhado de vários outros livros". Além disso, a pessoas que escreveu a carta, que não se identificou, disse que pensou em devolver a obra em diversas vezes. 

Apesar de saber que os 20 dólares não são suficientes para pagar a dívida, o remetente sugeriu que o dinheiro fosse usado para quitar alguns empréstimos pendentes mais recentes — afinal, conforme explica o G1, as bibliotecas públicas de Plymouth possuem uma norma que suspende as pessoas de pegarem novos livros caso suas multas ultrapassarem os 5 dólares.  

Ao jornal local ‘Citizen Voice’, Laura Keller, diretora da biblioteca, informou que seguiu o conselho da missiva e pagou o débito de uma jovem mãe que não podia pegar mais livros emprestados por conta da determinação.  

Além do mais, Laura informou que a carta e o livro ficarão em exposição dentro da biblioteca. Apesar de não se identificar, a remetente da carta disse que seus amigos e familiares saberão que era quando a lerem.