Notícias » Estados Unidos

Após 67 anos, edição impressa da revista Playboy deixará de circular nos Estados Unidos

As novas publicações serão feitas apenas online, segundo o comunicado do CEO Ben Kohn

Daniela Bazi Publicado em 19/03/2020, às 08h00

Primeira capa da revista Playboy, com Marilyn Monroe
Primeira capa da revista Playboy, com Marilyn Monroe - Flickr

O CEO da revista Playboy americana, Ben Kohn, anunciou na última quarta-feira, 18, o fim da edição impressa, com a última versão saindo nesta semana. O processo de decisão teria sido acelerado devido aos problemas econômicos causados pela pandemia mundial do coronavírus.

Em declaração, Ben disse "Na semana passada, à medida que a pandemia de coronavírus interrompia a produção de conteúdo, fomos forçados a acelerar uma conversa que estamos tendo internamente: a questão de como transformar nosso produto de impressão americano. Decidimos que nossa edição da primavera de 2020, que chega às bancas dos EUA e como download digital esta semana, será nossa publicação impressa final do ano nos EUA".

A reconhecida revista masculina, criada por Hugh Hefner, estava em circulação há 67 anos, e chegou ao Brasil no final da década de 1970. Nomes como Marilyn Monroe, Drew Barrymore, Dolly Parton, Pamela Anderson e Sharon Stone já estiveram entre as capas da Playboy.