Notícias » Personagem

Após abdicar de seu cargo na monarquia japonesa, ex-princesa Mako muda-se para os Estados Unidos

A jovem asiática chamou a atenção do mundo ao abrir mão de sua vida na realeza para se casar com um 'plebeu'

Ingredi Brunato, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 15/11/2021, às 11h00

Princesa Mako, em 2019
Princesa Mako, em 2019 - Getty Images

A princesa Mako, da Família Imperial Japonesa, chamou a atenção do mundo no final do último mês de outubro, quando se casou com Kei Komuro, seu namorado da época da faculdade que, ao contrário dela, não tem sangue azul. 

A sobrinha de Naruhito, que é o atual imperador do país, decidiu deixar para trás seus títulos reais e recusou até mesmo o dote que as mulheres da realeza japonesa recebem ao se casar. Suas decisões foram inéditas na história da linhagem. 

Com isso, Mako recentemente chegou com seu marido nos Estados Unidos, onde o casal pretende construir sua vida juntos. Kei está atualmente trabalhando como secretário jurídico na cidade de Nova York.

O romance dos dois foi alvo de desaprovação por parte da população japonesa e da mídia por anos, algo que inclusive teria feito com que a então princesa desenvolvesse Transtorno de Estresse Pós-Traumatico, segundo revelado em uma coletiva de imprensa repercutida pela BBC.

Dessa forma, a escolha de se mudar para outro país não foi uma grande surpresa para quem acompanhava a trajetória do casal.

Outro fato interessante é que a dupla costuma ser comparada com o Príncipe Harry e Meghan Markle, que cortaram seus laços com a monarquia britânica e também foram viver em território norte-americano.