Notícias » Brasil

Após acusação de agressões, artistas cancelam parcerias com DJ Ivis

Além dos cantores, gravadoras e serviços de streaming também confirmaram o fim dos contratos com o músico

Pamela Malva Publicado em 14/07/2021, às 15h00

Imagem meramente ilustrativa de equipamentos musicais
Imagem meramente ilustrativa de equipamentos musicais - Divulgação/ Pixabay/ Sammy-Williams

No começo desta semana, o país se surpreendeu com as imagens de DJ Ivis agredindo sua ex-esposa, Pamella Holanda, que o denunciou logo em seguida. Nesta terça-feira, 13, então, diversos cantores cancelaram suas parcerias com o artista, segundo o G1.

Frente às recentes acusações, a Sony Music Brasil, gravadora do DJ, afirmou que está "revisando a relação com o artista". Em nota oficial, a empresa pontuou que "leva as acusações contra o DJ Ivis muito a sério e não tolera esse tipo de comportamento".

Da mesma forma, o cantor Zé Felipe, com quem Ivis gravou a faixa 'Galega', deixou claro que deseja regravar a música sozinho após a divulgação dos vídeos. A Som Livre, gravadora responsável pela produção da canção, contudo, afirmou que suspendeu todos os lançamentos com o DJ e que retirou as músicas com ele das plataformas digitais.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Me diz Manaus 📢 (@medizmanaus)

 

Com um videoclipe já gravado ao lado de Ivis, Latino confirmou o cancelamento da nova faixa, que seria lançada em 6 de agosto. Em suas redes sociais, o cantor afirmou que tomou a ação em "repúdio a todas as agressões e atos do DJ Ivis contra sua esposa".

Para quem não sabe, o Dj Ivis seria o meu convidado na minha próxima música de trabalho! Já tínhamos todo o planejamento de lançamento determinado, já tínhamos gravado o clipe inclusive com a presença dele", afirmou Latino em sua publicação.

Ainda mais, o cantor pontuou que irá arcar com todos os prejuízos do cancelamento. "O prejuízo foi grande, mas infinitamente menor do que o dessa moça tão nova e com uma neném tão linda!”, explicou Latino. “Vamos refazer todo o trabalho, clipe e tudo mais com alguém que de fato mereça o nosso respeito! Violência contra a mulher NÃO! Violência contra a mulher NUNCA!!! Estamos com você Pamella.”

A cantora e ex-BBB Flay, por sua vez, também cancelou seu próximo lançamento, que contaria com a participação de DJ Ivis. Em suas redes sociais, a artista afirmou que a música já estava pronta e gravada, enquanto o clipe seria gravado em duas semanas.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Sony Music Brasil (@sonymusicbrasil)

 

Os serviços de streaming

Enquanto os cantores cancelaram suas parcerias com o artista acusado, faixas com o nome de DJ Ivis foram removidas das playlists editoriais de plataformas como o Spotify e a Deezer — isso sem contar as expressivas quedas das faixas em rankings online.

Em nota enviada ao G1, o Spotify afirmou que as músicas de DJ Ivis foram removidas de todas as listas criadas pela curadoria da plataforma, aquelas que não foram feitas pelos usuários. A mesma coisa aconteceu com a Deezer, que afirmou ter removido "todo destaque editorial ao artista, tanto em capas como em posições de playlists".

Responsável pela administração da carreira do artista, a produtora Vybbe confirmou o desligamento do DJ de sua equipe. Enquanto isso, Xand Avião, que teve sua carreira produzida por Ivis desde os Aviões do Forró, deixou clara a motivação da demissão.

"Não admito, nem compactuo com nenhum tipo de violência, ainda mais com uma mulher. Nada explica, não tem explicação", explicou Xand. “Infelizmente, não tem como continuar com ele na nossa empresa”, finalizou o artista.