Notícias » Israel

Após cirurgia, gêmeas que nasceram grudadas pela cabeça fazem contato visual pela primeira vez

O caso aconteceu em Israel

Penélope Coelho Publicado em 06/09/2021, às 13h13

Gêmeas se vendo pela primeira vez, após cirurgia de separação
Gêmeas se vendo pela primeira vez, após cirurgia de separação - Divulgação/Youtube/RTÉ News

De acordo com informações da agência de notícias Reuters, publicadas pelo portal G1, no último domingo, 5, gêmeas de um ano de idade que nasceram unidas pela parte de trás da cabeça e costas, finalmente puderam olhar uma para outra, após passarem por uma cirurgia de separação rara.

O caso aconteceu no hospital Soroka Medical Center, na cidade de Beersheba, em Israel. Segundo revelado pela equipe médica, a cirurgia precisou de dezenas de profissionais, inclusive, alguns vieram de outros países.

Em comunicado, o hospital informou que procedimento foi preparado durante meses e durou mais de 12 horas. A cirurgia envolveu reconstrução craniana e realização de enxertos de couro cabeludo em ambas as meninas.

"Esta foi uma cirurgia rara e complexa que foi realizada apenas 20 vezes em todo o mundo [anteriormente] e agora, pela primeira vez, em Israel", afirmou o neurocirurgião pediátrico chefe, Mickey Gideon.

Segundo informado pelos responsáveis pelo procedimento, as irmãs — que não tiveram os nomes revelados — estão “respirando e comendo” e “se recuperando bem”.