Notícias » Estados Unidos

Após comentários homofóbicos, rapper DaBaby é vetado do Lollapalooza nos EUA

Recentemente, o artista foi alvo de polêmicas após discurso em show

Penélope Coelho Publicado em 03/08/2021, às 14h06

Fotografia de DaBaby
Fotografia de DaBaby - Getty Images

De acordo com informações da agência de notícias AFP, publicadas na última segunda-feira, 2, pelo G1, o festival de música Lollapalooza informou no último domingo, 1, que o rapper norte-americanoDaBaby, foi vetado do evento.

A decisão se deu após o artista proferir falas homofóbicas durante um show recente em Miami. Na ocasião, o cantor pediu para que só membros da audiência que se encaixassem em certos requisitos levantassem a lanterna do celular.

 “Se você não apareceu hoje com HIV, AIDS ou qualquer uma dessas doenças sexualmente transmissíveis coloque o isqueiro do seu celular“. DaBaby continuou: “Rapazes, se vocês não estão chupando um pau no estacionamento, ponham o isqueiro do seu celular“, disse.

O homem de 29 anos enfrenta críticas, já que além da fala preconceituosa, seu comentário também pode gerar desinformação e aumentar o estigma em volta da doença.

Após o ocorrido, o Lollapalooza decidiu cancelar a participação do rapper no festival, que aconteceu entre os dias 29 e 1° de agosto, em Chicago, nos Estados Unidos.

"O Lollapalooza foi fundado na diversidade, inclusão, respeito e amor. Com isso em mente, DaBaby não se apresentará mais no Grant Park", revelou a conta oficial do evento no Twitter.

De acordo com a reportagem, o rapper foi substituído pelos músicos Young Thug e G Herbo.