Notícias » Arqueologia

Após descoberta amadora, é revelado campo de batalha romano na Suíça

Em 2019, um suíço que tinha arqueologia como hobby descobriu um artefato romano — agora, uma série de objetos estão sendo desenterrados no local

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 01/11/2021, às 15h28

Fotografia de adaga romana encontrada no sítio arqueológico
Fotografia de adaga romana encontrada no sítio arqueológico - Divulgação/ Dienst Graubünden/ Arquivo Pessoal

No Vale do Büdner, localizado no sudeste da Suíça, foram descobertos recentemente uma série de vestígios de uma batalha ocorrida em 15 a.C entre soldados do Império Romano e membros de uma tribo local.  

Tudo começou em 2019, quando Lucas Schmidt, um arqueólogo amador em posse de um detector de metais, encontrou uma adaga romana datada de 2 mil anos em um antigo sítio arqueológico que já havia sido declarado como vazio. 

Após o achado do entusiasta, a comunidade científica voltou sua atenção para a área, e no último mês de setembro uma equipe foi enviada para realizar novas investigações no local, revelando centenas de artefatos, segundo divulgado pelo SRF, emissora suíça. 

“Parece que os habitantes locais se esconderam e foram alvejados pelos romanos com estilingue e catapultas”, comentou o professor Peter Schwarz, que é especialista em arqueologia romana, em uma entrevista ao veículo. 

Os objetos históricos encontrados foram bastante variados: havia pontas de estilingue, fragmentos de escudos, moedas, pregos de sapato e outros. 

O próximo passo da pesquisa será tentar determinar outras informações a respeito dessa antiga batalha, como uma estimativa de mortes, por exemplo.