Notícias » Política

Após divulgar número errado, candidato a vereador recebe apenas 30 votos em Pernambuco

O caso ocorreu na cidade de Ipojuca; o ex-candidato não sabe de quem foi o erro e afirma levar a situação 'na brincadeira'

Giovanna Gomes Publicado em 17/11/2020, às 10h37 - Atualizado às 10h38

Um dedo confirma o voto em uma urna eletrônica brasileira
Um dedo confirma o voto em uma urna eletrônica brasileira - Edilson Rodrigues/Agência Senado

Um candidato a vereador da cidade de Ipojuca, em Pernambuco, se tornou conhecido após ter recebido apenas 30 votos devido a um erro na divulgação de seu número eleitoral. Rodolfo Cornetinha, do Avante, confundiu os dois últimos algarismos durante toda campanha eleitoral e descobriu o equívoco apenas no dia das eleições.

Em um vídeo publicado em suas redes sociais no domingo, o ex-candidato declarou: "Hoje pela manhã recebi pelo TRE [Tribunal Regional Eleitoral] que nesse tempo todo eu [estava] divulgando o meu número de divulgação errado. O número é 70936. Esse tempo todo divulgando meu número, pedindo pro pessoal votar em mim, e agora em cima da hora... A eleição é hoje, eu peço que me ajudem, é 70936".

Em entrevista ao Uol, o ex-candidato declarou ter levado a situação na brincadeira. "Não foi culpa do TRE, mandaram para lá assim. Quando eu assinei a ata era 70963. Não sei se foi erro do partido, ninguém falou nada. Levei na brincadeira porque fui pego de surpresa", disse.

Ainda segundo o Uol, Rodolfo Cornetinha declarou que não tentará resolver o caso, já que a política não é 'sua praia'. Porém, caso tivesse sido eleito, o ex-candidato tinha entre suas propostas a criação de um espaço cultural no qual crianças e adolescentes poderiam aprender teatro música, artes cênicas e artesanato.