Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Redes Sociais

Após Elon Musk comprar o Twitter, Jeff Bezos faz questionamento polêmico

O bilionário e fundador da Amazon citou possível influência da China; entenda

Redação Publicado em 27/04/2022, às 08h10 - Atualizado às 09h37

Foto de Jeff Bezos e Elon Musk - Getty Images
Foto de Jeff Bezos e Elon Musk - Getty Images

Após a divulgação da informação do acordo pela compra da plataforma Twitter realizada por Elon Musk — atualmente pessoa mais rica do mundo — outro bilionário resolveu comentar sobre a situação.

Através das redes sociais, o fundador da Amazon, Jeff Bezos, questionou a possibilidade de a China ter influência no Twitter, com a aquisição de Musk. A pergunta refere-se ao fato de o país asiático ser uma importante área para os negócios de Elon, com sua empresa Tesla.

De acordo com informações publicadas na última segunda-feira, 25, pelo portal de notícias g1, na ocasião, Jeff respondeu um Tweet de um jornalista, que trazia justamente a questão da relação entre a China e os negócios do atual homem mais rico do mundo.

Pergunta interessante. O governo chinês acabou de ganhar um pouco de influência sobre a praça da cidade?", escreveu Bezos.

O empresário continuou afirmando que acredita que isso "provavelmente não" irá acontecer. Jeff afirmou: "Mas veremos. Musk é extremamente bom em navegar nesse tipo de complexidade".

O acordo

Nesta semana, o Twitter anunciou que aceitou a oferta de Elon Musk, de US$ 44 bilhões (R$ 215 bilhões na cotação atual da moeda) para a compra da plataforma.

Em comunicado, o dono da Tesla e da SpaceX informou que a “liberdade de expressão é a base de uma democracia em funcionamento e o Twitter é a praça da cidade digital onde os assuntos vitais para o futuro da humanidade são debatidos".