Notícias » Família real britânica

Após escândalo, ex-assessor do príncipe Charles se afasta do cargo

Michael Fawcett teve o nome envolvido em uma polêmica; confira

Penélope Coelho Publicado em 06/09/2021, às 07h05 - Atualizado às 08h30

Príncipe Charles
Príncipe Charles - Getty Images

De acordo com o portal de notícias UOL, o ex-assessor do príncipe Charles, Michael Fawcett, renunciou ao seu cargo na Prince's Foundation (Fundação do Príncipe, na tradução em português) na qual atuava como chefe-executivo. Conforme a fonte, o motivo para a decisão são as últimas revelações da mídia, que afirma que ele teria oferecido uma honraria a um empresário saudita em troca de doações.

Apresentando uma troca de e-mails como prova, o jornal Sunday Times, afirmou que o britânico teria utilizado sua influência para ajudar o empresário Mahfouz Marei Mubarakbin Mahfouz a obter o título de Comendador da Ordem do Império Britânico no final de 2016. Este último buscava honrarias para reforçar seu pedido de cidadania britânica. 

Um porta-voz da fundação declarou à CNN recentemente que "leva muito a sério as alegações que recentemente foram trazidas à sua atenção e que o assunto está atualmente sob investigação". Segundo a BBC, Charles não tinha conhecimento do caso.

Fawcett, que se tornou chefe-executivo da instituição de caridade educacional no ano de 2018, decidiu renunciar temporariamente das funções no último sábado, 4.

"A Prince's Foundation aceitou esta oferta. Michael apoia totalmente a investigação em andamento e confirmou que ajudará de todas as maneiras", declarou Douglas Connel, presidente da fundação, à BBC News.